Com -9,1ºC, RS tem menor temperatura do ano

Em 09/07/2024
por Gabriel Marchetto

Marca foi atingida em Pinheiro Machado

Frio extremo e com intensidade que raramente se viu na história recente, foi registrado em áreas do Oeste, do Centro e, especialmente, do Sul do Rio Grande do Sul no começo desta terça-feira, 9, marcando o máximo de intensidade desta onda de frio. Segundo a MetSul Meteorologia, houve mínimas negativas generalizadas e com valores excepcionalmente baixos. A menor temperatura mínima foi observada em estação meteorológica instalada numa baixada do município de Pinheiro Machado, na Serra do Sudeste, onde os termômetros anotaram a impressionante marca de 9,1ºC abaixo de zero às 6h50 da manhã.

A sequência de mínimas extremas em Pinheiro Machado nesta atipicamente intensa e longa onda de frio é notável, com registros de -5,2ºC em 29/6; -7,1ºC em 30/6; -6,2ºC em 1º/7; -5,3ºC em 2/7; -0,3ºC em 3/7; 6,9ºC em 4/7; -5,6ºC em 5/7; -7,3ºC em 6/7; -3,8ºC em 7/7; -7,0ºC em 8/7; e -9,1ºC em 9/7. O frio extremo se concentrou no Oeste, Centro e o Sul gaúcho porque eram as áreas do estado com tempo aberto, perfil seco da atmosfera e vento calmo, o que favoreceu o enorme resfriamento, enquanto na Metade Norte gaúcha havia abundante cobertura de nebulosidade que dificulta queda maior da temperatura.

Já as temperaturas excepcionalmente baixas foram consequência de uma massa de ar extremamente frio que estava entre o Centro da Argentina, o Uruguai e a Metade Sul gaúcha, que causou também frio de intensidade incomum e rara de se ver nos países vizinhos.